Siga-me por e-mail

terça-feira, 30 de junho de 2009

UFPE acaba ponto de corte

A primeira fase do vestibular da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) será o Exame Nacional de Ensino Médio. O ponto de corte será extinto. Os candidatos que fizerem o Enem e se inscreverem para o vestibular da UFPE passarão automaticamente para a segunda etapa, mas terão que fazer inscrições separadas. A segunda etapa continuará sendo realizada pela Comissão do Vestibular (Covest), e acontecerá dias 20 e 21 de dezembro, com o mesmo modelo de questões dos concursos anteriores.

O vestibulando fará a redação e responderá a 180 questões em dois dias, na 1ª etapa, que não terá prova de língua
estrangeira. Covest aplicará teste de inglês ou espanhol na 2ª fase, com nível de dificuldade de primeira etapa. Na fase final, feras responderão a duas questões discursivas de português e mais três provas de disciplinas específicas, de acordo com o curso desejado.

CONFIRA

» Como será a pontuação na primeira fase [em .pdf]

O Ministério da Educação divulgará, no início de dezembro, as notas de cada uma das quatro avaliações (ciências humanas, ciências da natureza, linguagem e matemática). Para calcular a média na 1ª fase, a Covest aplicará peso diferente para cada área. A maior mudança é em matemática, que passa a valer 15% da média final da 1ª etapa (antes era 8,33%).

Até o último vestibular, a nota da 1ª fase era a média aritmética das três partes do peneirão. Cada grupo de testes valia 33,3% da nota final (português e literatura formavam uma nota; história, geografia e língua estrangeira outra; biologia, física, matemática e química compunham a terceira). A nova distribuição de pontos ficou assim: português vale 30%; matemática, 15%; ciências humanas (história e geografia), 22,5% e ciências da natureza (química, física e biologia), 22,5%. Os 10% restantes referem-se à avaliação de língua estrangeira.

GRATUIDADE - A Covest ainda não definiu o período de inscrições do vestibular. Mas está acertado que ficarão isentos do pagamento da taxa de inscrição alunos de escolas públicas que estejam concluindo este ano o 3º ano do ensino médio. Eles terão que dispor do Número de Identificação Social (NIS), concedido pelo governo federal. Para obter o NIS, o vestibulando deve se dirigir à prefeitura da cidade onde mora e solicitá-lo.

A UFPE é a instituição pública mais concorrida do Estado. Na seleção do ano passado, foram quase 40 mil candidatos disputando 5.996 vagas em 84 cursos. Para o vestibular deste ano, haverá mais vagas com a implantação dos novos cursos (engenharia de materiais e sistema de informação) e a ampliação de odontologia que terá, pela primeira vez, turma à noite.

Compartilhe essa notícia

0 comentários:

Postar um comentário

Registre aqui seus comentários, ou perguntas.

SEGUIDORES

  ©Template by Dicas Blogger.